HMTJ recebe reconhecimento internacional pela referência no atendimento à osteoporose

A fratura por osteoporose tem elevada prevalência e representa importante problema de saúde pública no Brasil. Definida pela Organização Mundial de Saúde como uma fratura causada por um trauma de baixa energia como uma queda da própria altura, com alto índice de recorrência após a primeira fratura.

A identificação precoce dos fatores clínicos de risco associados à baixa massa óssea e às fraturas é fundamental para o manuseio de pacientes de risco, especialmente para a introdução de estratégias efetivas de prevenção, diagnóstico e tratamento. Quando o tratamento medicamentoso e não medicamentoso é iniciado precocemente após a primeira fratura, ele pode diminuir as taxas de fratura recorrente entre 30% e 60%. Além disso, o tratamento para osteoporose após a fixação de uma fratura de quadril por queda da própria altura foi associada a uma redução na taxa de novas fraturas clínicas e da mortalidade.

O importante é não deixar de tratar o paciente. Nos últimos anos, foram desenvolvidos vários programas de incentivo à prevenção de fraturas por fragilidade por meio dos serviços que atendam esse perfil de pacientes. O mais difundido é o “Fracture Liaison Service” (FLS) do projeto “Capture the Fracture” da “International Osteoporosis Foundation” (IOF) – Fundação Internacional para Osteoporose (FIO), com membros em todo o mundo.

Este programa facilita a implementação de modelos multidisciplinares de cuidados e prevenção de fraturas secundárias além de reduzir custos com a saúde relacionados as mesmas.

O Hospital Maternidade Therezinha de Jesus através do ambulatório de tratamento e prevenção da osteoporose foi reconhecido com um desses centros de tratamento (FLS), recebendo reconhecimento da International Osteoporosis Foundation (IOF), passando a fazer parte do mapa global de melhores práticas. Com a coordenação do Dr. Valdeci e da Drª Rafaela Breijão, o serviço busca a dar assitências aos pacientes que foram atendidos na unidade em decorrência de fraturas por fragilidade.

 139 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

*

*