Oito meses sem infecções (ITU) na UTI do HMTJ. Para quem não é da área da Saúde, o assunto parece aleatório, mas foi de grande importância a comemoração dos 8 meses sem registro de ITU (Infecção do Trato Urinário) na UTI Adulto do Hospital e Maternidade Therezinha de Jesus.

Para marcar o “evento”, equipes do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar, Segurança do Paciente, Educação em Saúde e coordenação de Enfermagem da UTI movimentaram um momento em cada plantão da unidade de terapia intensiva.

Com balões, troféu (de EVA), pompons e campainha, um grupo parou toda a equipe multidisciplinar por alguns minutos para, além de parabenizá-la, destacar a importância desta conquista, pois isto é resultado da dedicação de um grupo muito sintonizado, preparado e em constante reciclagem para garantir que o paciente, em especial o de longa permanência, não seja afetado durante sua estadia na unidade.

Na curta abordagem, a educação em saúde mais uma vez entrou em ação. O time relembrou os principais cuidados para evitar as ITUs e foram destacados detalhes de um artigo científico importante para referendar a importância do controle desta IRAS (Infecção Relacionada à Assistência em Saúde).

As infecções do trato urinário estão entre as IRAS mais comuns. Correspondem em até 40% de todas as infecções e o fator de risco mais importante para infecções do trato urinário é o uso prolongado do Cateter Vesical. Como os pacientes internados em UTI usam mais frequentemente o cateter que os internados em enfermarias, o risco de incidência da infecção é muito maior na UTI. A infecção causa milhares de mortes por ano.

 391 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

*

*